Acompanhe nossas redes sociais: 
  • Whatsapp
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
1024px-WhatsApp_logo-color-vertical.svg.
0
  • petluke

Inflamação da Glândula Anal e Adanal - Como resolver?


Inflamação na Glândula Anal ou Adanal

Quem já foi pego pela seguinte situação: o pet arrastando o bumbum no chão repetidas vezes?

Em alguns casos, este hábito pode ter relação com vermes ou ainda pode ser causado por uma inflamação da glândula anal ou adanal, que é o tema de hoje.


Estas duas “glândulas”, são pequenos depósitos localizados de cada lado do reto, localizados entre os músculos do esfíncter anal interno e externo, um em cada lado do ânus. O saco anal, ou glândula anal ou adanal, esvazia-se através de um duto curto e estreito, localizado na borda interna do ânus. Cada saco é repleto de material oleoso, glândulas sebáceas e  glândulas apócrinas. A substância secretada é um fluido semi-oleoso, que carrega um odor forte .


Essa glândula, na maioria das vezes, sofre um esvaziamento “automático” e normal toda vez que o animal defeca. Mas em alguns cães e gatos, isso pode não ocorrer de forma assim tão simples e o canal pode ser obstruído, a secreção fica acumulada e a glândula pode inchar, ficando do tamanho de uma uva. A situação piora ainda mais quando a glândula infecciona e forma abcessos ou fístulas (quando o abcesso se rompe).


Às vezes, a inflamação só é notada pelo proprietário quando o animal é tosado ou apresenta vermelhidão na área, além dos sintomas abaixo:

  1. Arrasta o bumbum no chão;

  2. Morde a base da cauda;

  3. Tem dificuldade para defecar;

  4. Lambe a região anal com frequência;

  5. Chora e se sente incomodado e desconfiado.


E quando a glândula anal está inflamada, o que fazer?

Em primeiro lugar, o ideal é que o veterinário examine o pet para se certificar se a região está inflamada ou infeccionada. Nestes casos, é preciso um certo cuidado ao esvaziá-la manualmente, evitando que o problema se agrave. Depois disso, se a situação ocorrer com frequência, o correto é que o veterinário ensine a técnica para que o proprietário a faça sempre que necessário, de 15 em 15 dias.

Caso esteja infeccionado ou com abcesso e pus, o profissional irá drenar todo líquido e passará um tratamento com antibióticos e antisséptico. Dependendo da avaliação, ainda poderá ser indicada a remoção cirúrgica das glândulas.

Em todo caso, é importante levar o pet ao veterinário sempre que houver qualquer problema e não fazer nada sem o seu consentimento.

CATEGORIAS >>
ATENDIMENTO >>
SIGA-NOS >>
  • Whatsapp
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
Pet Luke - Roupas & Acessórios - CNPJ 28.044.788/0001-57. Administração: Rua Domênico Maggion, 200 - Vila Yolanda - Osasco - SP
CEP.: 06120-220. Atendimento: petluke@hotmail.com.
Em caso de divergência de valores no site, o valor válido é o do carrinho de compras.

COMPRA SEGURA. A Petluke garante segurança para suas informações pessoais e financeiras - Todos os direitos reservados à Petluke.

 Brasil | Osasco - SP | petluke@hotmail.com | (11) 99528-8770